Quem somos

Quem Somos

O grupo Couroquímica / Carmen Steffens teve início em 1983, quando o fundador Mário Spaniol iniciou sua trajetória empreendedora na cidade de Franca, interior de São Paulo. É nesse ano que nasce a empresa Couroquímica, um empreendimento pioneiro no seu ramo de atividade, que cresceu ao longo dos anos focando o desenvolvimento dos seus produtos na necessidade de seus clientes e do mercado de couros.

A Couroquímica é reconhecida nacional e internacionalmente pelo seu padrão de qualidade, são testados todas as matérias primas que entram no curtume: os produtos químicos, os couros wet blue, tratamento de afluentes e também os produtos acabados, num laboratório físico quimico próprio que é referência no setor, contando com profissionais qualificados que valorizam o espaço físico.

O objetivo da Couroquímica sempre foi servir como referencial de tendência de moda, desenvolvendo couros cada vez mais personalizados e inovadores para um mercado carente de novos produtos.

Faz parte do Grupo a Carmen Steffens, fábrica de calçados femininos finos e artefatos que tem seu foco na mulher moderna que quer viver com estilo.

Política de Qualidade

Desenvolver artigos em couro, com qualidade, performance e inovação para atender às expectativas de clientes, através do(a):

  • Desenvolvimento de forma ética e responsável da melhoria contínua de produtos e processos, pelo conhecimento científico e tecnológico;
  • Capacitação continuada dos recursos humanos visando o desenvolvimento de competências individuais e coletivas para o crescimento humano e da Organização;
  • Promoção de parcerias verdadeiras com fornecedores;
  • Lucratividade como medida de desempenho;
  • Adoção de práticas com o propósito de preservar o meio ambiente, garantindo a responsabilidade social, obtendo a viabilidade do negócio para contribuir com o desenvolvimento sustentável do planeta.

Política de Sustentabilidade

Desenvolver artigos em couro através da busca permanente da melhoria contínua, da promoção de novas tecnologias de produtos e processos e da gestão da sustentabilidade. Sendo assim economicamente viável, socialmente justo, ambientalmente correto, atendendo a legislação vigente, reduzindo e controlando a geração de resíduos, aperfeiçoando o uso de recursos naturais, proporcionando qualidade de vida e bem estar aos trabalhadores.